ENERGIA TELÚRICA

A Terra é um ser vivo e, como tal, emana uma série de energias próprias, chamadas de energia telúrica.

A emanação dessa energia ocorre a partir do centro da Terra, subindo perpendicularmente à superfície terrestre.

Como toda energia, afeta os seres vivos – plantas, animais e os homens – de forma positiva, como o magnetismo, ou negativa, como veios d’água subterrâneos. É por isso que antigamente seguia-se uma série de regras antes de construir casas, vilas ou cidades.

Os antigos respeitavam a natureza, observavam os animais, investigavam e estudavam o terreno para determinar se o local não era insalubre, evitando problemas futuros, como doenças e má sorte.

Por meio da radiestesia, astrologia e geobiologia, os antigos chineses praticantes de Feng Shui determinavam com precisão os locais onde haviam emanação dessas energias nocivas, denominada pontos geopatogênicos, conhecidos como “portas de saída do dragão” e “veios do dragão”, onde havia rio subterrâneo. No entanto, por inúmeros motivos, esses estudos e cuidados foram esquecidos, principalmente no Ocidente.

A partir de 1970, surgiu uma nova ciência que se preocupa em estudar as diferentes relações entre o meio e a saúde dos seres vivos: a geobiologia.Essa ciência nasceu dos estudos e observações de vários radiestesistas que comprovaram a relação causa e efeito entre a exposição às “emanações telúricas” e as alterações na saúde dos seres vivos.

Atualmente, a geobiologia usa informações obtidas por meio da astrofísica, geofísica, geologia, biologia, hidrologia, eletrônica, das ciências alternativas, esotéricas e, principalmente, da radiestesia.

Um profissional de geobiologia, por meio de uma série de instrumentos, medições e estudos conseguem determinar se o ambiente – residência, empresa, comércio ou terreno – está sendo afetado por alguma energia nociva, de procedência telúrica. Ou seja, ele irá determinar se o ambiente está doente e desequilibrado, a causa e foco da doença, os principais efeitos e as curas necessárias.

Um ambiente doente e desequilibrado pode causar em seus freqüentadores: distúrbios emocionais e psíquicos estresse, tensão, nervosismo e agitação dificuldade e bloqueio de criação e concentração bloqueio, perdas e estagnação profissional, perdas e bloqueio financeiro, insônia e distúrbios de sono, ansiedade e depressão retenção de líquidos, dores de cabeça e no corpo, doenças.

 

Principais focos da energia telúrica.

Conhecido os efeitos nocivos, iremos conhecer os principais focos ou causas destas ondas nocivas.

Podemos dividir a Energia Telúrica em dois grupos distintos:

O primeiro grupo engloba pontos geopatogênicos, ou seja, pontos da terra doentes, que podem ser causados por: veios d’água, rios subterrâneos e cruzamentos destes rios fissuras geológicas, cavernas e galerias subterrâneas, tubulações e poços, veios de metais, cruzamentos das linhas Hartman e Curry.

Esses são os pontos problemáticos que nossos ancestrais conheciam e evitavam ao construir.

O segundo grupo engloba as radiações provenientes da tecnologia dos tempos atuais.

Os aparelhos eletroeletrônicos emitem uma série de ondas eletromagnéticas que causam problemas ao homem quando exposto por muito tempo.

Cuidado com:· televisão, radio, radio relógio, celular· computador, fax, maquina xerox, ar condicionado microondas, geladeiras, vídeo· rede de alta tensão, antena parabólica, torre de celular, torre de radio e televisão.

Se observarmos bem nosso ambiente de trabalho e residência, vamos perceber que estamos cercados por estes aparelhos 24 horas por dia.

 Gráfico SCAP

 

Dicas para combater as energias telúricas

Os problemas provocados pelas energias nocivas provenientes de aparelhos eletroeletrônicos em ambientes fechados podem ser amenizados com os seguintes cuidados: evite concentrar muitos aparelhos próximos uns dos outros, evite colocar muitos aparelhos perto de você, coloque plantas e flores naturais perto de você e desses aparelhos, coloque ao lado ou debaixo dos aparelhos um gráfico de radiestesia chamado SCAP.

No caso dos pontos geopatogênicos, deve-se estudar com muita atenção onde esse ponto aparece em um ambiente.

Em muitos casos, é comum usar o gráfico de radistesia denominado Keiti.

autor: FRANCO GUIZZETTI – Extraído de “Folha On Line

Curso Prático de Radietesia do Imagick

gravado em Vídeo para você praticar em sua casa.

Clicke no pêndulo para se informar.


COMENTÁRIOS

O que você achou?
Conte-nos suas impressões, opiniões, críticas e sugestões:

Sem comentários.